Ainda não há comentários

Vai aos teus e anuncia

Vai para tua casa, para os teus. Anuncia-lhes tudo o que o Senhor te fez e como teve compaixão de ti. (Mc. 5.19)

A Bíblia nos informa que “um homem possesso de espírito imundo” (Mc. 5.2) foi encontrado pelo Nosso Senhor Jesus. Este homem, que antes “vivia nos sepulcros, e nem mesmo com cadeias alguém podia prendê-lo” (5.3) foi completamente liberto pelo poder do Nosso Salvador. A vida daquele homem foi radicalmente transformada; antes possesso por demônios, está “assentado, vestido, em perfeito juízo” (5.15). E qual foi a ordem de Jesus a ele? Vai e anuncia aos teus o que o Senhor fez por ti (5.19).

Essa narrativa tem tudo a ver conosco, e também com nossa Conferência Missionária. Fomos libertos das trevas para também anunciar as boas-novas de salvação. Portanto, evangelização nada mais é do que a proclamação da mensagem de salvação por aqueles que por ela foram alcançados. “É um faminto dizendo a outros onde podem encontrar pão (2Rs. 7.9).

Dito de outro modo, fomos salvos das trevas com um propósito sublime, “proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe. 2.9).

Que nesta Conferência Missionária sejamos lembrados de que somos instrumentos de proclamação do Evangelho de Cristo. “[…] somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio” (2Co. 5.20). Sejamos, pois, sal e luz, para glória de Deus.

Licenciado Ricardo Santana | Publicado no boletim 1052–19 de novembro de 2017.

Publicar um comentário