Ainda não há comentários

Solus Christus – Somente Cristo

E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12).

O homem sempre procurou acrescentar algum elemento à idéia de que a salvação é somente por Cristo Jesus. Mas, é isso mesmo que as Escrituras afirmam: “há um só mediador…” (2Tm.2.5).

Sempre que alguém acrescenta algo ou alguém para “completar” a obra salvadora no homem, peca gravemente contra Deus. Foi para combater esse pensamento que os reformadores se levantaram em sua época, proclamando que a salvação se dá somente pelos méritos de Cristo.

O catolicismo proclamava, em alto e bom som, que o homem podia, e devia, participar do processo salvífico, através de boas obras e penitências. Cristo pagaria uma parte da salvação, mas a outra parte caberia a nós.

Hoje, isso não é muito diferente. Muitos acreditam que se farão merecedores da vida eterna através de seus próprios esforços. Creem que suas orações, dízimos, frequência às reuniões da igreja, e outras atividades religiosas, atrairão o favor salvífico de Deus sobre elas. Claro que todas essas atividades mencionadas têm o seu valor para nossa fé, mas nunca para comprarmos ou pagarmos por algo que já foi pago pelo sangue de Cristo, na cruz do Calvário.

Então, continuemos afirmando com todas as nossas forças: Cristo, Somente Cristo é suficiente para minha salvação.

Rev. Baltazar Lopes Fernandes | Publicado no boletim 1048– 22 de outubro de 2017.

Publicar um comentário