Ainda não há comentários

SENHOR, preciso de santidade

Você vive uma vida abertamente? Ou é tentado a usar uma máscara e desempenhar um papel diferente conforme a ocasião? Isso é fingimento, mentira. E algumas pessoas vivem no mundo do faz-de-conta, não sabem mais o que é real ou falso em sua vida. Sendo assim, a santidade só é possível para quem já se rendeu a Jesus. Isso já aconteceu com você? Você é convertido? Muitos enganos estão presentes nas pessoas: Sou membro de uma igreja, meus pais são crentes. O que mostra que uma pessoa não tem Cristo verdadeiramente é que qualquer coisa preenche mais a sua mente que Deus. Jesus exige exclusividade em tudo (Lc.9.57-62; Mt.6.33). É assim na sua vida?

João Batista diz: “Convém que ele cresça e que eu diminua” (Jo.3.30). A evidência que Deus mudou sua vida algum dia é que ela continua mudando hoje. Se você se negar um ponto só da sua vida a Deus, pode ser uma evidência de que você nunca foi salvo, está irremediavelmente perdido, sem Cristo. Por quê? Porque Deus exige TUDO, nada menos que isso. E é isso que você tem dado a Ele?

Para ser santo eu não posso mudar só o exterior, preciso mudar o interior (Mt.5.8). As aparências podem enganar o homem, mas não a Deus. “O homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração (1Sm.16.7).” Vocês já viram uma árvore de natal? Ela produz brilho e bolas de vidro? É claro que não! Essas coisas são postas nela. Na verdade, a árvore está morta ou é artificial. Muita gente está assim também.

Quando você toma consciência da sua vida com Cristo, isto influenciará decisivamente seu relacionamento dentro de casa. Você lutará por um ambiente mais santo em seu lar e em sua vida, onde a presença de Deus poderá ser sentida por todos.

Rev. Baltazar Lopes Fernandes | Publicado no boletim 1028 – 03 de junho de 2017.

Publicar um comentário