Ainda não há comentários

Quando a fé enfraquece – Hebreus 11.1

A Bíblia é categórica em afirmar que “sem fé é impossível agradar a Deus”. Entretanto, há momentos em que aquela fé que entendíamos ser inabalável se torna frágil e desvanece diante das situações da vida. Por que isso acontece? E o que fazer nesses momentos? A nossa fé tende a enfraquecer quando somos autossuficientes. Quando começamos a achar que as coisas vão funcionar pela nossa própria força, deixando de depender de Deus. Também, quando nos cansamos de esperar pela providência de Deus e fazemos da nossa maneira. Aí começamos a não andar mais por fé, atrofiando, fragilizando e decaindo a nossa confiança no Senhor.

Também, nossa fé tende a enfraquecer quando relaxamos na comunhão com Deus. Não temos mais tempo com a Palavra de Deus e com a Oração. Nos afastamos da comunhão com os irmãos na fé. As urgências da vida nos chamam incessantemente e nós sempre estamos prontos a atender aos seus apelos (Lucas 21:34-36). Por fim, nossa fé tende a enfraquecer quando cedemos ao pecado em nossas vidas. Quando começamos a fazer “concessões perigosas” quanto à nossa postura como cristãos. Os “valores do mundo” que antes rejeitávamos, passam sutilmente a serem aceitos em nosso dia a dia, tirando de nós a alegria e a autoridade de uma vida pura.

Por isso que Cristo nos diz para irmos a ele continuamente e beber da água da vida (Jo.7.37). Ao mantermos comunhão diária com aquele que é o autor e consumador da fé (Hb.12.2), seremos regados constantemente por aquele que gera e fortalece nossa fé: Jesus.

Rev. Baltazar Lopes Fernandes | Publicado no boletim 1030 – 18 de junho de 2017.

Publicar um comentário